Partner im RedaktionsNetzwerk Deutschland

DESPORTO

Podcast DESPORTO
Podcast DESPORTO

DESPORTO

juntar
Durante toda a semana, damos-lhe conta da actualidade desportiva num espaço diário.
Durante toda a semana, damos-lhe conta da actualidade desportiva num espaço diário.

Episódios Disponíveis

5 de 24
  • Pedro Gonçalves: «CHAN na Argélia foi positivo em vários aspectos para Angola»
    O CHAN termina durante este fim de semana com a final da prova entre a Argélia e o Senegal a 4 de Fevereiro no Estádio Nelson Mandela, em Argel, a capital argelina. Após três semanas de prova, chega ao fim o CHAN, o campeonato africano interno de futebol dedicado aos jogadores que actuam nos seus países. Esta sexta-feira o Níger e Madagáscar lutam pelo terceiro lugar, em Oran, no Noroeste argelino. Recorde-se que a selecção malgaxe foi o carrasco de Moçambique nos quartos-de-final, tendo derrotado por 3-1 os Mambas. Pela primeira vez na história da competição, os nigerinos ou os malgaxes vão arrecadar um lugar no pódio. No que diz respeito à final, haverá um vencedor inédito visto que nem a Argélia nem o Senegal arrecadaram até ao momento o título no CHAN. A competição contou com duas selecções lusófonas: Angola e Moçambique. A Selecção Angolana ficou pelo caminho ainda na fase de grupos, terminando no segundo lugar no Grupo D com dois pontos, atrás da Mauritânia com quatro. Os angolanos empataram a três bolas frente ao Mali e sem golos perante os mauritanianos. Em entrevista exclusiva à RFI, Pedro Gonçalves, seleccionador de Angola, afirmou que a participação angolana foi positiva em vários aspectos, ele que começou por elogiar a prova que decorre na Argélia. Quanto a Moçambique conseguiu pela primeira vez na história apurar-se para os quartos-de-final dum CHAN, no entanto nessa fase da prova, os moçambicanos foram derrotados por 1-3 por Madagáscar. A final do CHAN decorre este sábado 4 de Fevereiro entre a Argélia e o Senegal. Ainda no futebol, Decorre actualmente o Mundial de clubes em Marrocos. Na primeira ronda, os egípcios do Al Ahly derrotaram os neo-zelandeses do Auckland City por 3-0. Na segunda ronda o Al Ahly defronta os norte-americanos do Seattle Sounders enquanto os marroquinos do Wydad medem forças com os sauditas do Al-Hilal. Os vencedores desta ronda vão defrontar nas meias-finais os espanhóis do Real Madrid e os brasileiros do Flamengo. A final está marcada para 11 de Fevereiro em Rabat, a capital marroquina. Chegamos assim ao fim deste Magazine Desporto. Até breve.
    2/3/2023
    16:16
  • CHAN 2023: Sonho moçambicano ficou pelos quartos, após apuramento histórico
    O CHAN, campeonato africano interno de futebol dedicado aos jogadores que actuam nos seus países, entra na fase das meias-finais nesta semana em território argelino. As meias-finais contam com dois estreantes nesta fase da prova: Níger e Madagáscar, e duas selecções que já atingiram uma vez as meias nesta competição: Argélia e Senegal. A surpresa é a selecção malgaxe que na primeira participação chega às meias-finais, enquanto os nigerinos atingiram esta fase pela primeira vez nesta que é a quarta participação. Quanto a Senegal e Argélia alcançaram o quarto lugar na prova, respectivamente em 2009 na Costa do Marfim e em 2011 no Sudão. O que significa que já atingiram as meias-finais. Certo é que vai haver um novo vencedor no CHAN, prova organizada pela CAF, a Confederação Africana de futebol. Recorde-se que os argelinos vão defrontar os nigerinos e os senegaleses vão medir forças com os malgaxes. A competição contou com duas selecções lusófonas: Angola e Moçambique. A Selecção Angolana ficou pelo caminho ainda na fase de grupos, terminando no segundo lugar no Grupo D com dois pontos, atrás da Mauritânia com quatro. Os angolanos empataram a três bolas frente ao Mali e sem golos perante os mauritanianos. Quanto a Moçambique conseguiu pela primeira vez na história apurar-se para os quartos-de-final dum CHAN, no entanto nessa fase da prova, os moçambicanos foram derrotados por 1-3 por Madagáscar. No fim do encontro, em declarações à imprensa, Chiquinho Conde, seleccionador de Moçambique, analisou o encontro que levou à eliminação dos Mambas. Em entrevista à RFI, Isac de Carvalho, avançado moçambicano que apontou o tento de honra aos 90+4 minutos, afirmou que trocaria este golo por uma vitória moçambicana. Telinho, avançado dos Mambas, estava desapontado com a derrota perante os malgaxes. Um encontro que decorreu em Constantina no Estádio Mohamed Hamlaoui perante mais de 18 mil espectadores num frio glacial com cerca de 5 graus. Os atletas moçambicanos, que conseguiram uma proeza na prova, já só querem virar a página e olhar para o futuro. Dário, avançado dos Mambas, já afirmou que a equipa estará preparada para o próximo CHAN graças à experiência acumulada. Para Chico, defesa moçambicano, a participação foi positiva na prova que decorreu na Argélia. Quanto a Martinho, defesa dos Mambas, quer afirmar-se nesta selecção e ser agora convocado para a equipa principal que está a participar nas eliminatórias para o CAN de 2024 que vai decorrer na Costa do Marfim. De notar que no apuramento para o CAN, o campeonato africano das Nações, Moçambique ocupa o segundo lugar no Grupo L com quatro pontos, atrás do Senegal com seis. Em Março decorrem mais dois encontros, mas antes disso teremos o fim do CHAN, prova que decorre até 4 de Fevereiro em território argelino. Chegamos assim ao fim deste Magazine Desporto. Até breve.
    1/30/2023
    16:29
  • Miguel França: «A Argélia colocou os meios para ser favorita ao título no CHAN»
    O Campeonato Africano interno, onde apenas jogam os futebolistas que actuam nos seus países, entra esta sexta-feira na fase de eliminação directa com os dois primeiros jogos dos quartos-de-final: Argélia-Costa do Marfim e Senegal-Mauritânia. A única selecção lusófona ainda presente no CHAN, Moçambique, defronta Madagáscar neste sábado 28 de Janeiro em Constantina, cidade do Nordeste argelino. Pela primeira vez na história, os Mambas atingem os quartos-de-final da prova, uma situação semelhante para os malgaxes que até se estrearam na competição organizada pela CAF, a Confederação Africana de futebol. A Selecção anfitriã, a Argélia, tem sido vista como a favorita deste torneio, desde já porque joga em casa, mas também pelo facto de ter alcançado três triunfos em três jogos disputados. A RFI falou com Miguel França, preparador físico português do Paradou AC, clube da primeira divisão argelina, ele que já representou o Marinhas, o Maia Lidador, o Castêlo da Maia, e o Leixões em Portugal. Para o técnico luso de 41 anos presente em Argel desde a temporada 2018/2019, a selecção argelina, nesta prova interna, pode ser considerada como favorita, ele que também nos revelou o nível do campeonato argelino bem como em que circunstâncias chegou ao país do Magrebe. Quanto a Moçambique entra apenas em acção no sábado em Constantina frente a Madagáscar, uma selecção que venceu os dois jogos que disputou dentro das quatro linhas por 2-1 perante o Gana e 3-0 frente ao Sudão. Os malgaxes também foram creditados duma vitória frente a Marrocos que desistiu da prova. A RFI falou com Hélder Duarte, treinador português, que foi campeão de Moçambique com o Black Bulls na temporada 2021. Para o técnico luso, não é uma surpresa ver os Mambas atingirem os quartos visto que há muito talento em Moçambique e há uma geração prestes a eclodir. Os Mambas defrontam os malgaxes a 28 de Janeiro pelas 17 horas, hora local, em Constantina, cidade onde se registam actualmente entre 1 a 6 graus com chuva e possibilidade de queda de neve. Chegamos assim ao fim deste Magazine Desporto.
    1/27/2023
    14:26
  • CHAN 2023: Moçambique, um apuramento inédito
    A fase de grupos do CHAN - Campeonato africano interno de futebol - termina na terça-feira 24 de Janeiro. Neste momento temos quatro equipas apuradas: Argélia, Costa do Marfim, Senegal e... Moçambique. Das duas nações lusófonas, apenas os Mambas têm a certeza de disputar a fase dos quartos-de-final. Angola tem de esperar pelo último jogo do Grupo D a 24 de Janeiro para oficialmente seguir em frente ou ser eliminado. Moçambique carimbou o passaporte para a próxima fase terminando no segundo lugar no grupo A com quatro pontos, atrás da Argélia que acabou com nove. Os Mambas venceram a Líbia por 3-2, empataram sem golos frente aos etíopes e perderam por 0-1 perante a Argélia, o país anfitrião. Após esse último jogo, a RFI falou com os protagonistas deste apuramento inédito para os moçambicanos. Chiquinho Conde, selecionador de Moçambique, estava entusiasmado com o apuramento, mas sobretudo realçou a atitude dos jogadores. Igualmente ao microfone da RFI, Faizal Sidat, Presidente da Federação Moçambicana de futebol, deu os parabéns aos jogadores, os obreiros destas conquistas em território argelino. Para Telinho, avançado que actua no Costa do Sol, Moçambique pode ser a surpresa deste torneio. Shaquille, médio do Ferroviário de Maputo, também acredita que Moçambique pode ir longe e pede ao povo moçambicano para também ter fé nesta selecção. Moçambique fechou a fase de grupos com uma derrota, algo que não satisfez por completo os jogadores moçambicanos. Lau King, avançado da UD Songo, analisou o encontro frente à Argélia, admitindo que Moçambique, sem ser favorito, conseguiu um feito incrível com este apuramento. Para Nené, defesa do Black Bulls, é um facto que Moçambique tem entrado mal nas primeiras partes, mas isso pode ser ultrapassado com os treinos. Moçambique participa apenas pela segunda vez na prova após 2014, isto significa que para os jogadores, é um primeiro torneio continental. Dário, avançado da UD Songo, está feliz com esta participação no CHAN. Os Mambas voltam a jogar a 28 de Janeiro em Constantina frente ao vencedor do Grupo C onde se encontram Madagáscar, Gana e Sudão. Para esse jogo, uma das incógnitas vai ser na baliza. Frente à Argélia, Victor Guambe, titular, lesionou-se num joelho e cedeu o lugar a Ivan, antes do início do encontro, e depois foi Ivan que chocou com um jogador argelino e também teve de sair ainda na primeira parte, sendo substituído por Fazito. Para sábado, a dúvida é quem vai ser titular? Certo é que foi a estreia na prova para Fazito, guarda-redes de 19 anos. Para Fazito, guarda-redes do Ferroviário de Nampula, em entrevista à RFI, foi uma estreia inesperada visto que os dois primeiros guarda-redes, Victor Guambe e Ivan, lesionaram frente à Argélia. Numa situação mais complicada está Angola. Os angolanos ocupam actualmente o primeiro lugar no Grupo D com dois pontos, à frente de Mali e Mauritânia com um ponto, mas estas duas selecções vão se defrontar na terça-feira. A única hipótese, que possa dar o apuramento aos angolanos, seria um empate sem golos entre os malianos e os mauritanianos, e um sorteio para decidir quem segue em frente na prova. Na passada sexta-feira, Angola encerrou a fase de grupos com o segundo jogo, visto que está num grupo de três, empatando sem golos frente à Mauritânia. Em entrevista à RFI, Pedro Gonçalves, selecionador de Angola, analisou o jogo e admitiu que é demasiado complicado seguir em frente. Igualmente ao microfone da RFI, Herenilson, capitão de Angola, para além de analisar o encontro frente à Mauritânia, falou da experiência pessoal neste CHAN, ele que, enquanto houver esperança, acredita que o apuramento ainda pode ser uma realidade. Recorde-se que o CHAN decorre em território argelino até dia 4 de Fevereiro. Chegamos assim ao fim deste Magazine Desporto.
    1/23/2023
    23:17
  • CHAN 2023: Angola procura triunfo, Moçambique a um passo dos quartos
    A segunda jornada do CHAN - Campeonato Africano interno de futebol - termina nesta sexta-feira 20 de Janeiro com dois jogos a contar para os Grupos D e E. Angola vai defrontar a Mauritânia e o Níger vai medir forças com o Congo Brazzaville. É o tudo ou nada para os Palancas Negras. Após o empate a três bolas na primeira jornada frente ao Mali, a selecção angolana tem de vencer para continuar na luta por uma vaga na próxima fase. Eis a explicação: Angola estando num grupo de três, onde apenas o primeiro passa, nunca poderá chegar à segunda fase com um ponto ou dois, visto que as outras equipas conseguirão sempre um melhor resultado. É a dificuldade de estar num grupo de três enquanto as equipas que estão num grupo de quatro podem terminar no segundo posto que também é qualificativo para os quartos. Frente à Mauritânia, Pedro Gonçalves, seleccionador de Angola, voltou a frisar que não há outra solução sem ser o triunfo. Igualmente em conferência de imprensa, Hugo Marques, guarda-redes angolano que actua no Petro de Luanda, abordou o jogo e sobretudo falou do que representa estar presente no CHAN para um jogador que tem agora 37 anos. Hugo Marques, guarda-redes dos Palancas Negras, já representou o Varzim, o FC Porto, o Gil Vicente, o Tirsense, o Sporting da Covilhã e o Farense entre outros clubes portugueses. Na África do Sul, o futebolista vestiu a camisola do Cape Town City, e em Angola já jogou no Kabuscorp, no 1°de Agosto e agora no Petro de Luanda. Angola defronta a Mauritânia no Estádio Miloud Hadefi em Oran, em território argelino. Quanto a Moçambique, a situação é bem diferente. Os Mambas têm quatro pontos após as duas primeiras jornadas e um empate frente à selecção anfitriã, a Argélia, garante automaticamente o apuramento para os quartos-de-final. Um feito que seria histórico, mas a participação moçambicana é desde já histórica. Em 2014, na primeira participação, os Mambas não tinham pontuado. Desta vez, em 2023, os moçambicanos empataram sem golos frente à Etiópia e venceram por 3-2 perante a Líbia. Chiquinho Conde, seleccionador de Moçambique, em entrevista à RFI, estava feliz porque para ele poucos adeptos acreditavam nos Mambas. Igualmente em entrevista à RFI, Faizal Sidat, Presidente da Federação Moçambicana de futebol, não conseguia conter a felicidade de ter conquistado este feito com a equipa. Os Mambas têm um espírito de equipa que transparece dentro e fora do campo. Frente à Líbia, o primeiro golo líbio foi da autoria de Chico, defesa moçambicano que actua no Costa do Sol. O atleta foi apoiado dentro do campo e em entrevista à RFI afirmou que o erro é passado e que agora é olhar para o futuro, para o jogo frente à Argélia. Chico, defesa de 31 anos, já representou o Sporting da Beira, a Liga Desportiva de Maputo, o Ferroviário de Maputo e o Costa do Sol em Moçambique, bem como o TS Sporting FC na África do Sul. Os Mambas defrontam, neste sábado 21 de Janeiro, a Argélia no Estádio Nelson Mandela em Argel, a capital argelina. Moçambique ocupa actualmente o segundo lugar no Grupo A com quatro pontos, atrás da Argélia com seis, mas sobretudo à frente da Etiópia que tem um ponto e da Líbia que não pontuou e já está eliminada do CHAN. Chegamos assim ao fim deste Magazine.
    1/20/2023
    20:00

Rádios semelhantes

Sobre DESPORTO

Durante toda a semana, damos-lhe conta da actualidade desportiva num espaço diário.

Website da estação

Ouve DESPORTO, Rádio Comercial E várias outras estações de todo o mundo com a aplicação radio.pt

DESPORTO

DESPORTO

Descarregue agora gratuitamente e ouve facilmente o rádio e podcasts.

Google Play StoreApp Store

DESPORTO: Rádios do grupo